22 Out

Fonasefe defende manter pressão contra PECs até dezembro

Publicada em: 22/10/2021

Membros do Fórum defendem continuar com as manifestações para que os parlamentares desistam de votá-las este ano

Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira, 22/10, membros do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), que o SINAIT integra, avaliaram os atos realizados na semana e pautaram o que deve acontecer na próxima, dando sequência à pressão para derrubar as PECs 32, da reforma administrativa e 23, do calote dos precatórios.

A ideia é fazer manifestações bem pensadas e coordenadas até dezembro, véspera do recesso parlamentar, para garantir que as propostas não sejam votadas este ano. Na próxima semana as manifestações serão concentradas nos aeroportos na terça e quarta, culminando com pressão maior, tanto nos aeroportos, quanto no Anexo II, da Câmara dos Deputados, na quinta-feira, 28/10, que é o Dia do Servidor Público. Pela simbologia da data, os participantes da reunião acreditam que é importante ter um grande volume de pessoas para protestar contra as propostas que destroem o serviço público.

O diretor do SINAIT, Marco Aurélio Gonsalves, disse que manter a pressão é fundamental para alcançar os objetivos e lembrou que os parlamentares já estão bastante incomodados com as manifestações nos aeroportos de todo o país, o que é positivo para o movimento.

Paulo Barela, da CSP-Conlutas, ponderou que no dia 28 as manifestações em Brasília serão determinantes para mostrar que a mobilização segue. “Estamos conseguindo mover as pessoas de vanguarda. Na base é mais difícil, por isso, entendo que no dia 28 é fundamental concentrar em Brasília para mostrar um movimento unido e não dispersado.​