08 Jul

PB: Instalações elétricas precárias levam à interdição da SRTE/PB

Publicada em: 08/07/2015

A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego na Paraíba – SRTE/PB foi interditada, nesta terça-feira, 7 de julho, pelos Auditores-Fiscais do Trabalho José Ribamar Rodrigues Gomes e José de Almeida Júnior, em razão da constatação de grave e iminente risco aos servidores e trabalhadores atendidos na sede em João Pessoa (PB).

De acordo com informações de José Ribamar e José Almeida, a interdição foi provocada por problemas nas instalações elétricas e pela falta de proteção contra incêndio. “As instalações precárias provocaram vários curtos circuitos, que assustaram os servidores e trabalhadores que estavam no local, e a iminência de um incêndio ocasionou a imediata suspensão dos trabalhos na sexta-feira, 3 de julho”.

Após suspensão, a empresa de fornecimento de energia foi acionada e constatou que o problema não era na fiação externa e sim na parte interna das instalações do prédio.

Pelos problemas detectados, o superintendente Regional do Trabalho e Emprego, Rodolfo Ramalho Catão, assinou o Laudo Técnico da Interdição nesta terça-feira, após reunião com os Auditores-Fiscais José Ribamar e José de Almeida, responsáveis pela suspensão na sexta-feira. O encontro contou também com a presença do superintendente substituto, Abílio Sérgio de Vasconcelos Correia Lima, e da delegada sindical do Sinait na Paraíba, Maria da Paz Bezerra do Nascimento.

A SRTE/PB já havia sido notificada pelo Corpo de Bombeiros, pelo Ministério Público do Trabalho e pela Anvisa. Esta última, por relação de controle de bactérias no aparelho de ar-condicionado do prédio.

Esta é mais uma unidade do Ministério do Trabalho e Emprego que apresenta problemas e degradação, oferecendo riscos aos Auditores-Fiscais do Trabalho, Servidores Administrativos e cidadãos que procuram os serviços da Pasta. É mais um exemplo do descaso, do abandono e da falta de atenção e zelo com o patrimônio público.