08 Out

DF: Auditores-Fiscais e autoridades celebram Dia Nacional de Segurança e Saúde nas Escolas

Publicada em: 08/10/2021

Por Solange Nunes

Edição: Andrea Bochi

Nesta sexta-feira, 8 de outubro, ocorreu em todo país o Dia Nacional de Segurança e Saúde nas Escolas, que teve como tema central “O que é Bullying?”. A data integra o calendário de atividades da Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho (CANPAT) 2021. Em Brasília, a celebração ocorreu na Escola Classe 116, na cidade de Santa Maria (DF). O evento teve o apoio da Delegacia Sindical do SINAIT no Distrito Federal (DS/DF), do Ministério do Trabalho e Previdência (MPT), da Secretaria de Estado e Trabalho do GDF, entre outros órgãos.

O objetivo do Dia Nacional de Segurança e Saúde nas Escolas é motivar a cultura da prevenção de acidentes, nas redes escolares, como um instrumento de conscientização e propagação de boas práticas. Para isso, promover encontros e palestras com alunos e corpo docente na rede escolar pública e privada sobre a importância da prevenção de acidentes nos locais e ambiente de trabalho, como, por exemplo, nas escolas.

De acordo com a Auditora-Fiscal do Trabalho e dirigente da DS/DF, Nilza Pires, a iniciativa de realizar palestras e encontros nas escolas para tratar do tema saúde e segurança é muito importante. “É uma semente que se planta e esses alunos vão carrega-la a vida inteira. Acreditamos na cultura prevencionista e esperamos que haja mais iniciativas como essas nas escolas”.

A superintendente Regional do Trabalho no Distrito Federal (SRT/DF), Elisângela Martins, acha diferencial a interlocução do tema no núcleo educacional. “É uma forma de tratar do assunto e ainda interagir com a comunidade”.

O Auditor-Fiscal do Trabalho Joelson Guedes, coordenador de Normatização da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho, destaca que a data serve para colocar o setor educacional como um berço da prevenção. “Na escola, as crianças, os adolescentes e os jovens serão os futuros trabalhadores e empreendedores. As orientações de segurança devem ser propagadas por meio dos alunos para os pais e familiares. Essa interlocução é uma forma de propagar a cultura prevencionista”.

O secretário de Trabalho do GDF, Thales Ferreira, enfatiza que a comunidade escolar é um espaço de aprendizagem de uma via de mão dupla e atemporal, ensina-se e também se aprende com os alunos. “Além de aprender sobre o tema prevenção, vocês podem, com seus exemplos, disseminar boas práticas sobre saúde e segurança para seus pais”.

O presidente do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho do Distrito Federal, Wilton Cardoso, considera a iniciativa um sucesso. “O plantio da importância da prevenção desde o ensino básico é fundamental. Além disso, é ideal ter professores engajados e envolvidos não só para a saúde dos trabalhadores, mas, também para toda a sociedade civil disseminando o tema da saúde e da segurança no trabalho”.

A aluna do 5º ano, da Escola Classe 116, Gabriela dos Santos, considera o tema segurança e saúde relevante, além de permitir uma conversa mais clara com o pais sobre os perigos de acidentes em algumas situações. Ela também gostou do tema Bullying, que foi tratado no evento. “O assunto de segurança nos deixa atentos para várias situações. Além disso, acho legal conversar e mostrar o que é o bullying e o que acontece com as pessoas. A verdade é que muitas pessoas sofrem ou já sofreram bullying. Por isso, esse tipo de evento é legal para todos”.

Participaram do encontro, além de Auditores-Fiscais do Trabalho, alunos e docentes da Escola Classe 116 e representantes do SENAI/DF, Secretaria de Estado de Educação do DF, Coordenação Regional de Ensino de Santa Maria/DF, entre outras autoridades.