15 Jan

Em artigo, Auditores-Fiscais tratam de adequação no trabalho portuário e ações para diminuir os acidentes no setor

Publicada em: 15/01/2021

Por Solange Nunes

Edição: Nilza Murari

No artigo “Trabalho Portuário: adequação vital” publicado pela Revista Proteção nº 349, deste mês de janeiro, os Auditores-Fiscais do Trabalho Franklim Rabelo de Araújo e Marcelino Rodrigues Mendes, do Ceará, discorreram sobre as ações realizadas pela Fiscalização do Trabalho que levaram à redução do número de acidentes no transporte de bobinas de aço no Porto de Pecém, localizado a 60 km de Fortaleza (CE).

Os autores verificaram que o transporte de carga é uma constante no porto, sendo um risco que deve ser considerado e controlado pelo setor de Segurança do Trabalho das empresas que operam na área portuária. Os acidentes com carretas com cargas com peso de mais de 30 toneladas era uma situação recorrente. Para dirimir o problema, a Fiscalização do Trabalho procedeu à investigação dos acidentes, com vistas a bloquear suas causas.

O artigo na íntegra está disponível na aba MÍDIAS – Artigos de Auditores-Fiscais do Trabalho. O texto originário foi apresentado no V Congresso Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho Portuário e Aquaviário em Recife/PE, em 2019.