23 Set

Entidades do Mosap se unem contra PEC da reforma administrativa

Publicada em: 23/09/2020

Campanha já está sendo divulgada. Mosap pede ampla divulgação do material

Por Andrea Bochi
Edição: Nilza Murari

Em reunião virtual realizada nesta terça-feira, 22 de setembro, os dirigentes de entidades que integram o Movimento Nacional dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas – Instituto Mosap definiram as ações que darão início à luta conjunta em defesa do serviço público e dos servidores.

Os participantes discutiram ações contra as medidas do governo que estão massacrando o servidor. “Precisamos lutar não só pelos nossos direitos, mas pelos direitos daqueles que ainda vão se aposentar e dos que ainda nem ingressaram no serviço público”, avaliou o presidente do Mosap, Edison Haubert.

Representando o SINAIT, participaram os diretores da entidade Benvindo Soares e Marco Aurélio Gonsalves.

O presidente do Mosap pediu às entidades que deem ampla divulgação à campanha iniciada em 28 de agosto contra a Reforma Administrativa. “Precisamos chamar atenção dos servidores públicos para a realidade que estamos vivendo frente às reformas, principalmente a Reforma Administrativa. Temos que estar atentos”, alertou.

Todos os presentes manifestaram preocupações com a situação dos servidores públicos e do serviço público, diante da perspectiva de uma reforma, que na avaliação geral, é cruel. Para Haubert, as entidades precisam desenvolver com muita serenidade estratégias de defesa dos direitos dos servidores.

Benvindo Soares relatou algumas das dificuldades que os Auditores-Fiscais do Trabalho enfrentaram nos últimos anos.  Destacou a reforma trabalhista e se a extinção do Ministério do Trabalho. A redução do orçamento e todas as ameaças sofridas foram relatadas pelo diretor. “Precisamos nos colocar, nós servidores públicos, em unidade e lutarmos pela mesma causa que atinge a todos igualmente. As diferenças devem ser colocadas de lado para tentarmos impedir essa reforma cruel”, conclamou.

Marco Aurélio elogiou a campanha realizada pelo Instituto contra a Proposta de Emenda à Constituição  PEC 32/2020, a Reforma Administrativa. Avalia que a campanha pode ser conduzida por todos e contar com a contribuição das entidades para melhorá-la e ampliá-la.

A próxima reunião está marcada para o dia 27 de outubro, às 15 horas.​