07 Ago

Boletim nº 472 Semanas de 27 a 31 de julho, e de 3 a 7 de agosto

Publicada em: 07/08/2020

Covid-19: SINAIT continua suas atividades com empregados em trabalho remoto, devido à pandemia

Neste período de pandemia da Covid-19, o SINAIT mantém suas atividades por meio do trabalho remoto. A Diretoria Executiva Nacional – DEN, os delegados sindicais, os Grupos de Trabalho, os empregados, assessorias e colaboradores estão trabalhando a distância para atender aos filiados e demais demandas da entidade.

Os serviços funcionam remotamente de 8h às 19h por meio de um moderno sistema de informatização. A gerência, secretarias, setores jurídico e de cadastro, assessorias de comunicação e parlamentar, entre outros, executam suas atividades normalmente. Os empregados podem acessar todos os dados à distância, por meio de um sistema tecnológico de ponta.

Confira os contatos de todos os setores do SINAIT.

 

Covid-19: Síndica de condomínio tenta impedir fiscalização e constrange Auditores-Fiscais do Trabalho em São Paulo

Os Auditores-Fiscais do Trabalho Danilo Barroso Frota e Filipe Colares Nascimento foram impedidos de entrar em um condomínio durante uma fiscalização para averiguar irregularidades em relação às medidas de proteção à Covid-19, em uma empresa de teleatendimento, no dia 23 de julho, em São Paulo.

Saiba tudo sobre o caso aqui.

 

SINAIT denuncia a autoridades mais um caso de agressão a Auditores-Fiscais do Trabalho em São Paulo

O SINAIT enviou carta a várias autoridades para denunciar e cobrar as devidas e céleres providências no caso do embaraço à fiscalização e tentativa de impedimento da ação fiscal, ocorrido no dia 23 de julho, durante operação em uma empresa de teleatendimento, em um condomínio no bairro do Morumbi, em São Paulo. Ao Ministério da Economia foram enviadas cartas ao subsecretário de Inspeção do Trabalho, Rômulo Machado; ao secretário Especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco Leal; ao secretário de Trabalho, Bruno Dalcolmo; e ao ministro da Economia, Paulo Guedes. “Todos devem tomar providências imediatas”, cobra o presidente da entidade sindical, Carlos Silva.

Saiba mais aqui.

 

Protocolo de Segurança para Auditores-Fiscais é reivindicado pelo SINAIT desde 2014

A preservação da vida e a integridade física dos Auditores-Fiscais do Trabalho durante as ações fiscais é uma preocupação constante do SINAIT, agravada desde a ocorrência da Chacina de Unaí, em janeiro de 2004, que ceifou a vida de três Auditores-Fiscais e de um motorista do extinto Ministério do Trabalho. Desde 2014, a entidade cobra da Administração Pública a adoção de um protocolo de segurança para os servidores, cuja importância vem sendo desprezada pelas autoridades competentes. A entidade apresentou uma proposta de minuta para o documento em março de em 2014, elaborada por Auditores-Fiscais do Trabalho de Pernambuco. Em 2019, o texto foi reapresentado à gestão da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho e da Secretaria do Trabalho. Na minuta constam sugestões dos chefes de Fiscalização do Trabalho de todo o País, colhidas e debatidas nas gestões anteriores. Até agora não houve avanços conclusivos, mesmo com a constante pressão do Sindicato, em diversas instâncias, incluindo o Poder Legislativo e a Organização Internacional do Trabalho – OIT.

Saiba mais do histórico do protocolo de segurança aqui.

 

Em live, SINAIT marca Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas e os 20 anos do Protocolo de Palermo

Em live, no dia 30 de julho, o SINAIT marca o Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas e os 20 anos do Protocolo de Palermo. Os debates abordaram o histórico do tráfico e da escravidão contemporânea, as ações das organizações e redes governamentais e não governamentais, nacionais e internacionais, e o protagonismo dos Auditores-Fiscais do Trabalho nesta luta. As exposições evidenciaram o combate secular contra a desigualdade social, a exploração de pessoas vulneráveis, políticas econômicas equivocadas e a supremacia do poder financeiro que destrói e fere de morte os direitos básicos e a proteção institucional dos cidadãos em todo o planeta. Neste contexto, o presidente do SINAIT, Carlos Silva, destacou que a data de 30 de julho, além de marcar o Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas, reforça a importância de erradicar este crime em todos os países.

Leia mais e assista aqui a live do SINAIT.

 

30 de julho - Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas

Neste 30 de julho é celebrado o Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas. A data, instituída pela Resolução A/RES/68/192, em seu item 5, aprovada na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas – ONU de 2013, reforça a necessidade de lembrar que é urgente avançar na erradicação desse crime internacional que afeta todos os países. A ONU, no Protocolo de Palermo, complementar à Convenção de Palermo, define tráfico de pessoas como: “recrutamento, transporte, transferência, abrigo ou recebimento de pessoas, por meio de ameaça ou uso da força ou outras formas de coerção, de rapto, de fraude, de engano, do abuso de poder ou de uma posição de vulnerabilidade ou de dar ou receber pagamentos ou benefícios para obter o consentimento para uma pessoa ter controle sobre outra pessoa, para o propósito de exploração“.

Leia aqui matéria na íntegra.

 

Foram duas semanas de lives importantes. Os 20 anos do Protocolo de Palermo e muito mais

Na semana de 27 a 31 de julho, foi debatido o Protocolo de Palermo, que completa 20 anos em novembro, caduquice da Medida Provisória n° 927, entre outros temas. Na semana de 3 a 7 de agosto, vários assuntos de interesse dos Auditores-Fiscais do Trabalho foram tratados.

Acesse aqui, aqui e aqui as matérias das lives. Reveja e compartilhe!

 

SINAIT registra os dez anos do penúltimo concurso para o cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho

O dia 5 de agosto marcou dez anos da nomeação de 220 Auditores-Fiscais do Trabalho aprovados para o cargo no concurso público autorizado em dezembro de 2009. Aquele foi o penúltimo concurso realizado para provimento de cargos na carreira Auditoria-Fiscal do Trabalho. Para o presidente do SINAIT, Carlos Silva, a data representou um passo a mais para o crescimento e amadurecimento do quadro da Auditoria-Fiscal do Trabalho. “O ingresso na carreira de todos esses colegas possibilitou a oxigenação e trouxe novas realidades e conhecimentos para agregar ao que já havíamos conquistado anteriormente. Temos a agradecer por terem escolhido esta carreira!”.

No dia 7 de agosto, o canal AFT TV, no YouTube, transmitiu a comemoração referente a data. Os Auditores-Fiscais do Trabalho aprovados neste concurso deram depoimentos. Veja e reveja!

Leia mais aqui.

 

SINAIT solicita informações à SIT sobre integração de agências do INSS e STrab

O SINAIT enviou ofício ao subsecretário de Inspeção do Trabalho, Rômulo Machado, no dia 3 de agosto, pedindo informações sobre o anúncio de integração do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS e Secretaria do Trabalho – Strab. O documento sobre a integração foi publicado, no dia 31 de julho, no Portal do INSS.

Leia mais aqui.

 

Trabalho infantil: Convenção 182 é a primeira a ser ratificada por todos os países membros da OIT

A Convenção 182, sobre as piores formas de trabalho infantil, se tornou a primeira convenção internacional, depois de 21 anos de sua criação, a ser ratificada por todos os países membros da Organização Internacional do Trabalho – OIT. "Pela primeira vez na história da OIT, uma Convenção Internacional de Trabalho foi ratificada por todos os Estados membros”, anunciou Guy Ryder, diretor geral da OIT durante coletiva de imprensa virtual. Para o SINAIT, a adesão universal desse instrumento pelos países membros da OIT, além de ser uma conquista histórica, alcançada poucos meses antes do início do Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil, em 2021, renova as esperanças de todos que lutam e têm celeridade para combater este problema.

Leia mais aqui.

 

Trabalho infantil: SINAIT assina Nota Pública do FNPETI que exige do IBGE a divulgação de dados a partir de 2016

O SINAIT assinou a Nota Pública lançada pelo Fórum Nacional de Proteção e Erradicação do Trabalho Infantil – FNPETI, que ainda está aberta a adesões, para requerer do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE que divulgue dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PnadC referentes ao trabalho infantil no Brasil dos anos de 2017 e 2018. Além disso, que a instituição inclua como trabalho infantil as atividades realizadas para o próprio consumo por crianças e adolescentes na faixa etária de cinco a 17 anos.

Leia mais aqui.

 

Artigo “Amanhã será tarde demais” cobra do IBGE divulgação de dados sobre trabalho infantil

A escritora e jornalista Amiga da Criança Daniela Arbex publicou, no dia 4 de agosto, em suas redes sociais, um artigo sobre a urgência de divulgação de dados sobre trabalho infantil. “Combater o trabalho infantil não é tarefa para amanhã. Se trata da urgência de agirmos agora, porque depois será tarde demais", ressalta. O SINAIT assinou a Nota Pública do FNPETI, que ainda está aberta a adesões, para requerer do IBGE que divulgue dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PnadC referentes ao trabalho infantil no Brasil dos anos de 2017 e 2018. Além disso, que a instituição inclua como trabalho infantil as atividades realizadas para o próprio consumo por crianças e adolescentes na faixa etária de cinco a 17 anos. Veja aqui.

Leia o artigo aqui.

 

SINAIT manifesta-se em Ação Civil Pública sobre revisão das Normas Regulamentadoras

No dia 5 de agosto, o SINAIT apresentou manifestação na Ação Civil Pública – ACP nº 0000317-69.2020.5.10.0009, em tramitação na 9ª Vara do Trabalho de Brasília (DF). A manifestação complementa o pedido de ingresso como assistente litisconsorcial que a entidade já havia apresentado. A ACP foi ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho – MPT para questionar a forma como vem sendo conduzido o processo de alteração das Normas Regulamentadoras – NRs que tratam de segurança e saúde no trabalho. A Nota Técnica produzida pelo SINAIT sobre o tema em 14 de junho de 2019 foi utilizada como subsídio pelo MPT – acesse o documento aqui.

Saiba mais a ACP aqui.

 

Estatuto do Trabalho: senador Paim e GT discutem teletrabalho e trabalho por APPs

O senador Paulo Paim (PT/RS) anunciou, no dia 3 de agosto, em reunião virtual, a retomada das atividades da Subcomissão responsável por elaborar o Estatuto do Trabalho, que funcionou no âmbito da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa – CDH do Senado, desde agosto de 2017. A intenção é promover a elaboração de dispositivo dedicado ao teletrabalho e àqueles que trabalham por meio de plataformas digitais e aplicativos no texto da Sugestão nº 12/2018, que propõe a criação do Estatuto do Trabalho. O documento é assinado pelos presidentes do SINAIT, Anamatra, ANPT e ALJT. Dirigentes do SINAIT e integrantes do Grupo de Trabalho – GT da Reforma Trabalhista participaram do encontro virtual.

Leia mais aqui.

 

Pesquisa-Diagnóstico da Carreira Auditoria-Fiscal do Trabalho no Brasil continua aberto à participação da categoria

O SINAIT convida todos os Auditores-Fiscais do Trabalho – filiados e não filiados à entidade, ativos e aposentados – a participar da pesquisa “Diagnóstico da Carreira Auditoria-Fiscal do Trabalho no Brasil”. O diagnóstico visa mapear demandas e significados compartilhados pelos Auditores-Fiscais do Trabalho sobre condições de vida e do exercício da fiscalização, futuro do trabalho e da carreira, representação sindical e identidade profissional. Os resultados ajudarão na construção de uma base de dados que funcione como um sistema de captação, atualização e tratamento de informações capazes de subsidiar ações estratégicas para o fortalecimento da Auditoria-Fiscal do Trabalho.

Leia mais aqui e participe da pesquisa.

 

Ministério da Economia centraliza folha de pagamento de aposentados e pensionistas por meio do Decipex

O Departamento de Centralização de Serviços de Inativos, Pensionistas e Órgãos Extintos – Decipex, do Ministério da Economia, agora é responsável pelo atendimento digital de serviços oferecidos a aposentados, pensionistas, anistiados políticos e militares – reformados ou da reserva – dos ex-territórios e do antigo Distrito Federal. A centralização vem sendo realizada de forma gradativa e deverá ser concluída até fevereiro de 2022. Os atendimentos agora centralizados no Decipex eram feitos por meio das Superintendências Regionais do Trabalho em todo o país. A partir de agora, todo os serviços passam a ser integralmente realizados pelo Decipex. As superintendências ficarão responsáveis apenas para consultas simples e auxílios em dúvidas.

Saiba mais aqui.

 

Precatório: SINAIT alerta Auditores-Fiscais sobre propostas de compra por instituições financeiras

Neste momento, em que já foram definidos os nomes dos servidores que receberão precatórios em 2021, acentua-se o assédio de instituições financeiras e escritórios de advocacia interessados em fazer propostas de compra de precatórios. Essa movimentação é constante e acirra-se agora, segundo relatos de diretores e delegados sindicais do SINAIT. O Sindicato Nacional alerta os Auditores-Fiscais do Trabalho para que tenham cautela com essas abordagens. O assédio costuma ser ostensivo e pode haver tentativas de golpes. Este é um alerta que a entidade faz, a fim de deixar todos atentos para situações que podem ser prejudiciais e difíceis de serem revertidas.

Leia mais aqui.

 

Ressarcimento de despesas com planos de saúde: dia 31 agosto é prazo final para servidor apresentar comprovantes

O SINAIT informa que o dia 31 de agosto é o prazo final para comprovação das despesas efetuadas pelos servidores Auditores-Fiscais do Trabalho com planos de saúde no ano de 2019 para fins de ressarcimento por parte da administração. Todos os servidores que optam por plano de saúde particular têm direito ao ressarcimento de parte do que pagam. Em geral, os comprovantes devem ser apresentados, anualmente, até o final do mês de março. Este ano, em razão da pandemia da Covid-19, o prazo foi estendido até 31 de agosto.

Leia mais aqui.

 

Twitter do UNODC destaca atuação do Maurício Krepsky contra o tráfico de pessoas e trabalho escravo

O twitter do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes – UNODC destaca as ações do Auditor-Fiscal do Trabalho Maurício Krepsky Fagundes, chefe da Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho – Detrae/SIT, no dia 25 de julho. A publicação de inciativa das Nações Unidas faz alusão ao dia 30 de julho, Dia Mundial de Combate ao Tráfico de Pessoas.

Leia e veja a publicação aqui.

 

Conatrae: Grupos discutem e avaliam relatório do II Plano Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo

Na segunda Oficina de Validação do Relatório de Monitoramento do II Plano Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo – PNETE, realizada, no dia 3 de agosto, de forma virtual os cinco grupos de discussão organizados pela Comissão Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo – Conatrae deram continuidade às avaliações do relatório apresentado. A diretora do SINAIT Vera Jatobá participa das reuniões representando a entidade.

Saiba mais da oficina aqui.

 

25 anos do GEFM: cordel de homenagem escrito a pedido do SINAIT é produzido em vídeo pela Detrae

A Divisão de Erradicação do Trabalho Escravo – Detrae divulga mais um vídeo comemorativo aos 25 anos do Grupo Especial de Fiscalização Móvel – GEFM, veiculado no canal do YouTube da Escola Nacional de Inspeção do Trabalho – Enit. O cordelista pernambucano Allan Sales canta em versos e rimas a luta e a exploração de trabalhadores que foram resgatados por Auditores-Fiscais do Grupo Móvel. O vídeo integra a “Série dos 25 anos do GEFM”, que completou 25 anos de atuação em prol da proteção dos trabalhadores brasileiros no dia 15 de maio.

Leia a matéria e veja aqui a poesia do cordelista Allan Sales.

 

Na mídia: Estadão, Blog do Sakamato e G1 Amapá noticiam ações dos Auditores-Fiscais em plena pandemia

Os órgãos de imprensa Estadão, Blog do Sakamoto e G1 Amapá – Rede Amazônica noticiaram nesta primeira semana de agosto, um artigo e duas ações fiscais realizadas por Auditores-Fiscais do Trabalho e entidades parceiras que combatem o tráfico de pessoas e o trabalho escravo no Brasil. 

Leia aqui as publicações na íntegra. 

 

Na Mídia: UOL e Repórter Brasil publicam caso de empregada doméstica filipina resgatada por Auditores-Fiscais do Trabalho

UOL e Repórter Brasil, associados, publicaram reportagem sobre o caso de uma trabalhadora doméstica filipina que foi resgatada por Auditores-Fiscais do Trabalho no Brasil. O caso foi iniciado em abril, com a fuga da mulher do apartamento onde trabalhava – e era mantida em cárcere privado – para uma funcionária de alto escalão do Consulado dos Emirados Árabes Unidos, nas imediações da Av. Paulista. O caso foi enquadrado pela Fiscalização do Trabalho como crime de tráfico de pessoas para fins de trabalho escravo.

Leia mais aqui.

 

Auditores-Fiscais resgatam trabalhadores escravizados no plantio de cebola em SC

Auditores-Fiscais do Trabalho resgataram nove pessoas submetidas a condições análogas às de escravidão em uma plantação de cebolas, no município de Ituporanga, interior de Santa Catarina. O Grupo de Fiscalização Móvel de combate ao trabalho escravo contou com a participação do Ministério Público do Trabalho, da Defensoria Pública da União e da Polícia Federal.

Cinco dos trabalhadores resgatados faziam parte de um grupo de 46 trabalhadores rurais que foi aliciado com promessas de “três meses de serviço bom e despesas pagas” divulgadas por um carro de som nas ruas de Timbiras, no Maranhão. Cada trabalhador pagou R$ 50 ao intermediador de mão de obra, “aliciador”, para garantir a oportunidade.

Veja mais detalhes aqui.

 

AP: Fiscalização do Trabalho notifica 120 empresas em período de pandemia

Os Auditores-Fiscais da Superintendência Regional do Trabalho no Amapá – SRT/AP notificaram e orientaram 120 empresas que descumpriram normas trabalhistas ao longo da pandemia do novo coronavírus, de março a julho de 2020, em todo o estado. De acordo com o Auditor-Fiscal do Trabalho Lucas Alves, os problemas mais frequentes encontrados foram a falta de disponibilidade de Equipamentos de Proteção Individuais – EPIs, de álcool em gel, de lavatórios e o não afastamento de empregados com sintomas da Covid-19. “O caso de empregados, que apesar de doentes, não foram afastados, ocorreu mais na área de saúde”, disse Lucas. 

Leia mais aqui.

 

MS: Auditores-Fiscais resgatam 24 indígenas na colheita de mandioca em Itaquiraí

Auditores-Fiscais regataram 24 indígenas, entres eles quatro menores de 18 anos, da etnia Guarani Kaiowá, de situação degradante de trabalho numa colheita de mandioca. O resgate ocorreu no dia 23 de junho, no município de Itaquiraí, a 410 km de Campo Grande (MS). Ação foi realizada em parceria com a Polícia Militar. Durante a fiscalização ficou constada a falta de registro dos trabalhadores, de Equipamentos de Proteção Individual – EPIs, de medidas de prevenção à Covid-19, além de irregularidades relacionadas ao desconto de alimentação, moradia, garrafas térmicas e ferramentas de trabalho. O Auditor-Fiscal do Trabalho Antônio Maria Parron, coordenador da ação.

Saiba mais da operação aqui.

 

AM: Operação no Sul do Amazonas liberta trabalhadores e reprime crimes ambientais

Em fiscalização realizada entre os dias 20 e 24 de julho, na região de Boca do Acre, no Sul do Amazonas, equipe do Grupo Móvel encontrou e resgatou 11 trabalhadores em condições análogas às de escravos. Outros três trabalhadores foram mencionados pelos demais, mas, segundo o Auditor-Fiscal do Trabalho Magno Riga, coordenador da ação, eles não foram localizados. A equipe de seis Auditores-Fiscais contou com a parceria de oito agentes da Polícia Federal, dois do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama e quatro do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio. Tiveram ainda o apoio do Comando de Aviação Operacional – CAOP da Polícia Federal. Os agentes averiguaram denúncias de trabalho escravo, desmatamento ilegal e invasão de terras públicas. A operação foi batizada de Contributo.

Leia mais sobre a operação aqui.

 

CIEE-PE indica publicação do SINAIT como referência para informações trabalhistas durante a pandemia

O Centro de Integração Empresa Escola de Pernambuco – CIEE/PE estampa na página de abertura de seu site a indicação da cartilha “Direitos trabalhistas durante a pandemia causada pela Covid-19”, publicada pelo SINAIT. Indica especificamente aos estagiários a leitura do item 22 do documento. O link leva diretamente à publicação no site do SINAIT. Veja aqui. Para Carlos Silva, a indicação demonstra a qualidade da publicação e o alcance ilimitado. A obra está aberta e disponível ao público.

Leia mais aqui.

 

Fonacate pede esclarecimentos sobre Nota Técnica da CGU que fere liberdade de expressão de servidores

O Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado – Fonacate, que o SINAIT integra, enviou, no dia 30 de julho, ofícios ao ministro da Controladoria-Geral da União – CGU, Wagner de Campos Rosário, e para o secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia, Wagner Lenhart, a respeito da Nota Técnica nº 1556/2020/CGUNE/CRG, que pode inibir a produção intelectual, assim como a liberdade de expressão dos servidores públicos federais. Nos ofícios, o Fórum expressou suas preocupações com o conteúdo da Nota e pediu esclarecimentos, pois atinge um direito básico dos servidores: a liberdade de expressão. A Nota está sendo entendida como censura, o que não é admissível num cenário de democracia.

Leia mais aqui.

 

Deputados apresentam projeto para sustar Nota da CGU que fere liberdade de expressão de servidores

O presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público, deputado federal Professor Israel Batista (PV-DF), a deputada Tabata Amaral (PDT-SP) e o deputado Célio Studart (PV-CE) apresentaram o Projeto de Decreto Legislativo – PDL nº 352/2020, para sustar a Nota Técnica 1.556/2020, da Controladoria-Geral da União - CGU. O documento da CGU prevê regras para que os servidores públicos utilizem as redes sociais e tem sido entendido pelas entidades como censura à liberdade de expressão.

Veja mais detalhes aqui.

 

SINAIT solicita informações sobre combate à corrupção eleitoral digital nas eleições 2020, em reunião do MCCE

As ações do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral – MCCE foram discutidas em reunião mensal, virtual, no dia 5 de agosto. Os diretores do SINAIT Benvindo Coutinho e Hugo Carvalho representaram o Sindicato na reunião. Eles questionaram sobre as tratativas de combate à corrupção eleitoral digital nas eleições 2020.

Saiba mais sobre a reunião aqui.

 

Agosto Lilás: Carlos Alberto de Oliveira destaca as leis de proteção à mulher

Para marcar a Campanha “Agosto Lilás”, o Auditor-Fiscal Carlos Alberto de Oliveira (RJ) produziu o texto Violência contra a mulher no mercado de trabalho – Agosto Lilás. O artigo demonstra situações de violência contra a mulher inseridas no mercado de trabalho, como, por exemplo, a dispensa durante a gestação. Fala da importância da campanha e a sensibilização de toda a sociedade sobre as formas de combate à violência contra a mulher.

Acesse aqui e leia o artigo.

 

Artigo evidencia direito de resistência dos entregadores por aplicativos na era digital

esta era digital, muitos temas requerem mudanças de paradigmas. O artigo “Breque dos Apps: direito de resistência na era digital”, publicado no Le Monde – Diplomatique Brasil, no dia 27 de julho, de autoria da Auditora-Fiscal do Trabalho Bruna Carvalho, mestre em Direito pela Universidade de Brasília (UnB), e Gabriela Neves Delgado, professora da Associação de Direito do Trabalho na Faculdade de Direito da UnB, relata os desafios das novas relações de trabalho para os entregadores de aplicativos.   

Leia aqui o artigo.