27 Mar

Covid-19: Fiscalização notifica empresas de telemarketing em Teresina (PI)

Publicada em: 27/03/2020

As empresas que não se adequarem às normas poderão ser interditadas
 
Por Lourdes Marinho
Edição: Nilza Murari
 
A Auditoria-Fiscal do Trabalho notificou, no dia 23 de março, empresas de telemarketing de Teresina (PI), com o objetivo de combater a proliferação do coronavírus dentro dos ambientes de trabalho. A intenção é conter a pandemia em toda a capital, uma vez que essas empresas possuem um grande fluxo de pessoas e colaboradores.
 
O prazo para as empresas se adequarem às determinações da Inspeção do Trabalho terminou na quarta-feira, 26. De acordo com a Auditora-Fiscal do Trabalho Flávia Lopes, a fiscalização está analisando os documentos com as informações enviadas pelas empresas. Segundo ela, as que não se adequaram às normas poderão ser interditadas.
 
Segundo Flávia, as notificações visam traçar premissas básicas de profilaxia. “A principal determinação foi que a empresa ajuste seus serviços ao home office, e naquilo que não for possível, a empresa deverá tomar algumas medidas, como a dispensa das trabalhadores gestantes ou lactantes, trabalhadores com mais de 60 anos, que tenham doenças crônicas ou que residam com pessoas incluídas nessas situações, que não trabalhem de forma presencial. Além de quem tenha suspeita do vírus”, esclarece.
 
A higiene e a logística também são abordadas pelas determinações. “As empresas devem manter um processo permanente de higienização dos postos de atendimento, além de disponibilizar água, sabão e álcool 70%. Os postos de atendimento deverão ser individuais e o empregador deverá evitar aglomerações de trabalhadores durante a entrada e saída dos turnos de trabalho”, explicou Flávia Lopes.
 
Confira aqui o vídeo que Flávia Lopes enviou para a imprensa local explicando as determinações. ​