26 Nov

Confira apresentação digital: “Auditoria-Fiscal do Trabalho, uma história de luta contra o trabalho escravo no Brasil”

Publicada em: 26/11/2019

O fotógrafo e Auditor-Fiscal do Trabalho Sérgio Carvalho coordena projeto que visa ao resgate da memória visual da atuação da Inspeção do Trabalho no combate ao trabalho escravo no Brasil. As fotos da exposição fazem parte desse acervo que está em construção

Por Dâmares Vaz

Edição: Nilza Murari

Auditores-Fiscais do Trabalho participantes do 37º Encontro Nacional da categoria – Enafit puderam conhecer a exposição “Auditoria-Fiscal do Trabalho, uma história de luta contra o trabalho escravo no Brasil”, que reúne fotografias de Auditores-Fiscais do Trabalho que atuaram e atuam nos Grupos Especiais de Fiscalização Móvel – GEFMs. As imagens estão sendo resgatadas pelo Auditor e fotógrafo Sérgio Carvalho, na esteira de um projeto de criação de um acervo visual da história do enfrentamento ao crime. Carvalho coordena a ação.

O resgate dessa história tem sido um dos norteadores do trabalho de Sérgio Carvalho. A mais nova iniciativa visa à pesquisa, recuperação e catalogação do máximo possível de material visual produzido pelos Grupos Especiais, pelas Superintendências Regionais do Trabalho – SRTs, pela Divisão para Erradicação do Trabalho Escravo – Detrae e por Auditores-Fiscais do Trabalho.

As primeiras fotos resultantes da pesquisa ficaram expostas durante todo o período do Encontro, de 17 a 22 de novembro de 2019, em Aracaju (SE), no Centro de Convenções José Carlos Silva, onde ocorreu a programação técnica do Enafit.

O SINAIT disponibiliza agora uma apresentação digital com as fotos da exposição – clique aqui e confira.

De acordo com Carvalho, o projeto também prevê a capacitação dos Auditores-Fiscais do Trabalho que atuam nos GEFMs para que produzam material de qualidade durante as operações. “A proposta abrange todo o período de existência dos Grupos Móveis, criados em 1995, mas o mais importante é ser um plano que abarque o presente e o futuro”, afirma o Auditor.

O projeto está na fase de pesquisa. A ideia é que até o fim de 2020 a catalogação das imagens antigas esteja concluída. A coordenação estuda parcerias com universidades e museus públicos para que sejam repositórios desse banco de imagens.

Outra exposição, do SINAIT, “Sobre o peso das correntes nos teus ombros”, que reúne exclusivamente fotos de Sérgio Carvalho, foi montada no Parque da Sementeira. A mostra ficou acessível a todos os participantes da 2ª Corrida contra a Escravidão, no dia 17 de novembro, também em Aracaju.

O ensaio, que percorreu diversas cidades do País, retrata a precariedade de vida, a solidão e a desesperança estampadas no olhar de homens em situação de extrema exploração em São Paulo, Piauí, Ceará, Pará e no Paraná. São instrumentos de denúncia e transformação social, nas palavras de Sérgio Carvalho.​