08 Nov

Sociedade e especialistas da área trabalhista saem em defesa da manutenção do MTb

Publicada em: 08/11/2018

Extinção poderá comprometer o combate ao trabalho escravo, com riscos para exportadores brasileiros, e aumentar abusos, condições precárias de trabalho e irregularidades

Por Lourdes Marinho e Solange Nunes

Edição: Nilza Murari

Extinção do Ministério do Trabalho, anunciada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, não é bem vista pela sociedade. Entre os vários temores de jornalistas, sindicalistas, especialistas e autoridades da área estão o comprometimento do combate ao trabalho escravo, com riscos para exportadores brasileiros que podem sofrer questionamentos de parceiros comerciais no exterior. Além do aumento de abusos, condições precárias de trabalho e irregularidades que poderão disparar após a extinção da Pasta, causando mais prejuízos aos trabalhadores.

O jornalista Leonardo Sakamoto, por exemplo, pergunta em seu blog: "o novo governo vai garantir apoio e recursos para que a fiscalização continue checando as condições de saúde, segurança e dignidade dos trabalhadores, corrigindo os problemas e autuando os responsáveis ou será desidratada para atender às demandas por 'flexibilização' de setores econômicos e empresários que apoiaram a candidatura vencedora?"

Veja abaixo as matérias veiculadas na mídia com estas preocupações:

Folha de São Paulo – Coluna Jânio de Freitas – Dias exemplares

Abrat – Extinção do Ministério do Trabalho

UOL - Sindicatos criticam fim do Ministério do Trabalho: 'atentado aos direitos'

Folha de São Paulo – Especialistas, ministros e sindicatos criticam fim do Ministério do Trabalho

Portal Vermelho - De costas para trabalhador, Bolsonaro acaba com Ministério do Trabalho

Folha de São Paulo - Extinção de pasta simboliza incerteza sobre futuro do direito do trabalho

O Globo - Uma decisão açodada pode afetar do FGTS ao combate ao trabalho escravo

Blog do Sakamoto - Fim do Ministério do Trabalho vai desidratar a fiscalização de empresas

O Globo/Mirian Leitão - Não é o momento para acabar com o Ministério do Trabalho

Veja - Procuradoria alerta para risco de aumento do trabalho escravo no país

Veja - Para centrais, acabar com ministério levará ao fim da carteira assinada

Uol - Para advogados, fim de ministério prejudica trabalhador, empresas e Justiça

Instituto Trabalho Digno - Editorial: Em defesa da Inspeção do Trabalho

CNTM - Pela permanência do Ministério do Trabalho e Emprego

Instituto de Pesquisas e Estudos Avançados e do Ministério Público do Trabalho - Ipeatra

OAB Pará

CUT

CUT