12 Set

ES: Auditoria-Fiscal do Trabalho e jovens unidos em defesa da aprendizagem

Publicada em: 12/09/2018

Por Dâmares Vaz, com informações da Redação Web Ales

Edição: Andrea Bochi

A Auditoria-Fiscal do Trabalho e mais de 500 jovens aprendizes realizaram um ato em defesa da aprendizagem profissional nesta terça-feira, 11 de setembro, na Assembleia Legislativa do Espírito Santo – Ales, em Vitória (ES). Eles protestaram contra mudanças no Código Brasileiro de Ocupações – CBO, que podem resultar na redução das funções que necessitam de aprendizagem e, consequentemente, na diminuição do número de vagas do Programa Jovem Aprendiz.

Parte do grupo de jovens, cerca de dez, conseguiu entrar no plenário da assembleia e mais 70 na galeria. A Mesa Diretora decidiu então suspender a sessão ordinária e o plenário se dispôs a ouvir os argumentos em defesa da aprendizagem. O Auditor-Fiscal do Trabalho Péricles Rocha de Sá Filho e oito aprendizes falaram aos parlamentares, que assumiram o compromisso de enviar um documento para o Congresso Nacional, à bancada capixaba, e para a Casa Civil da Presidência da República manifestando a posição contrária às mudanças no CBO.

Sá Filho denunciou que as alterações no código são um pleito da Confederação Nacional da Indústria – CNI, que pressiona o Congresso e o Governo Federal. Para o Auditor-Fiscal do Trabalho, caso consumadas, as mudanças representam um grande retrocesso.

Péricles Rocha de Sá Filho relatou ainda que, em 15 anos, 100 mil jovens foram alocados em vagas de aprendizes no estado e detalhou como funciona o Programa Jovem Aprendiz. “São jovens de baixa renda que não teriam chance de ter essa formação profissional de outra forma. Não é admissível que haja diminuição das vagas, ainda mais tendo em vista que o mercado sempre exige o mínimo de experiência profissional.”

Também para a estudante Micaella Moraes a experiência é crucial para a inserção de jovens no mercado de trabalho. “Além disso, o Jovem Aprendiz oferece oportunidades de crescimento que vamos levar para a vida toda”, pontuou.

Leia também:

Moção de Repúdio à revisão do CBO com vistas à redução das vagas do Programa Jovem Aprendiz

Mudança na Classificação Brasileira de Ocupações ameaça Programa Jovem Aprendiz