08 Ago

Auditores-Fiscais do Trabalho e Servidores Administrativos do MTb participam do Dia do Basta!

Publicada em: 08/08/2018

Por Nilza Murari

O Fórum Nacional dos Servidores do Ministério do Trabalho – Fonaps, composto pelo Sinait,  Confederação Nacional dos Servidores do Serviço Público Federal – Condsef, Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social – Fenasps e Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social – CNTSS, convoca todos os servidores do Ministério do Trabalho para participar do Dia do Basta!, marcado para 10 de agosto, próxima sexta-feira.

O protesto, que deverá ocorrer em todo o país, com ênfase para atividades nos Estados, foi convocado pelas centrais sindicais contra o desemprego, pela revogação da reforma trabalhista e restabelecimento da democracia. Servidores públicos também pedem a revogação da Emenda Constitucional 95/2016, que congela gastos públicos por vinte anos e a melhoria das condições de trabalho.

Auditores-Fiscais do Trabalho e Servidores Administrativos do Ministério do Trabalho vão aproveitar a data para também denunciar os ataques para enfraquecer a Pasta, as péssimas condições de trabalho e o desmonte da fiscalização. O governo corta recursos que inviabilizam a continuidade de serviços e o combate ao trabalho escravo, não realiza concursos públicos para recompor o quadro de servidores e avança na contratação de terceirizados, descumprindo a Constituição. A política é de manchar a imagem do órgão, o que tem fomentado o discurso de extinção da Pasta, anunciado por candidatos à presidência da República nas próximas eleições.

Por isso, o mote das mobilizações do Dia do Basta! para os Auditores-Fiscais do Trabalho e Servidores Administrativos é a luta contra a destruição do Ministério do Trabalho. “Extinguir o Ministério do Trabalho é acabar com a proteção do trabalhador. Não deixaremos que destruam o MTb”. Este será o recado do Sinait, Condsef, CNTSS e Fenasps, que juntarão as representações estaduais repetindo a parceria nacional do Fonaps em âmbito local.

O Fórum, criado em 2014, quando surgiu a proposta de criação do Sistema Único do Trabalho – SUT, foi reativado agora para fazer a defesa conjunta do Ministério do Trabalho, essencial para os trabalhadores brasileiros.