31 Ago

Mosap: SINAIT marca presença no Encontro Nacional de Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas

Publicada em: 31/08/2022

O movimento lotou o auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados

Por Cristina Fausta

Edição: Andrea Bochi

A contribuição previdenciária imposta aos aposentados e pensionistas foi o tema principal do Encontro Nacional promovido pelo Instituto Mosap que lotou o auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, na manhã desta quarta-feira (31/8). O evento, que aconteceu com apoio do SINAIT, foi uma demonstração de força desta parcela de servidores que, juntos, já alinham estratégias para eleger ou reeleger parlamentares alinhados com a correção de atos que atingiram o serviço público, legitimamente conquistados através de leis e comando constitucionais.

O presidente do sindicato, Bob Machado, avaliou o evento como necessário e justo. “Aposentados e pensionistas, ao longo do tempo, vêm sendo prejudicados por ataques aos seus salários, falta de reajuste e, especialmente, com a volta da contribuição previdenciária. O Estado tem de garantir a qualidade de vida desses servidores, após o período laboral”, frisou o presidente.

O Encontro Nacional foi uma oportunidade para encontrar e ouvir parlamentares e avaliar os que, de fato, devem ser apoiados nas eleições para composição do futuro parlamento. Fazendo uso da tribuna, o diretor do SINAIT, Benvindo Coutinho Soares, afirmou que o encontro foi uma oportunidade de se firmar parcerias. “Estamos aqui para que, no futuro próximo, possamos corrigir a maior de todas as injustiças que acontece com os aposentados e pensionistas que é a taxação previdenciária”, declarou o diretor.

O fim da contribuição previdenciária e o primeiro ponto da pauta de reivindicação do Mosap, que luta pela aprovação da PEC 555/2006, que se propõe a acabar com a cobrança instituída pela Emenda Constitucional nº 41/2003.

Na mesma linha, o também diretor SINAIT, Wellington Maciel Paulo, disse que o encontro marcou a união dos aposentados e pensionistas. “Este evento foi importante porque demonstrou força, ao tempo que traz à cena os parlamentares que terão muita importância no sentido do encaminhamento das demandas dos servidores”, expôs o diretor.

O diretor Marco Aurélio falou sobre o compromisso do SINAIT com a aprovação da PEC 555/2006. “Sabemos que os aposentados e pensionistas vivem um momento em que os gastos aumentam e os recursos ficam cada vez menores. O Sindicato luta e continuará se esforçando pelo fim da absurda contribuição previdenciária que incide de forma gravosa nos proventos dessa parcela dos servidores públicos”, afirmou o diretor.​

O presidente do Mosap, Edison Haubert, agradeceu a presença dos aposentados e pensionistas no encontro e aos diretores das entidades, citando, nominalmente, o presidente Bob Machado, pelo apoio ao encontro e complementou: “Precisamos do Congresso Nacional. Precisamos eleger parlamentares que comunguem com as nossas ideias e objetivos. Precisamos, ainda, fazer um grande esforço nos Estados, a partir desse encontro, para que os candidatos alinhados a nós possam ter sucesso nas eleições”, afirmou Haubert.

O Encontro Nacional de Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas contou ainda com a presença dos Auditores-Fiscais do Trabalho e diretores do Sindicato, Marco Aurélio Gonsalves e Sebastião Estevam Dos Santos (SP).

Homenagem

Durante o evento, foi exibido um vídeo em homenagem ao ex-deputado Arnaldo Faria de Sá, falecido em junho deste ano, aos 76 anos, por complicações decorrentes da Covid-19, enquanto já fazia um tratamento em busca de cura para leucemia.

Ao longo de sua trajetória política, Arnaldo Faria de Sá teve expressiva colaboração em inúmeros projetos de interesse do serviço público. Sua atuação mais destacada foi no âmbito previdenciário. Na Câmara dos Deputados, era reconhecido como o deputado dos aposentados, pensionistas e idosos.

Fundou a Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Pública e atuou na defesa dos aposentados e pensionistas do serviço público e do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS) durante as votações das reformas das Previdências pública e privada. Na Câmara Municipal de São Paulo, era o presidente da Comissão do Idoso e Assistência Social.