20 Jan

25 anos do Grupo Móvel: SINAIT e Auditores-Fiscais do Trabalho organizam semana de atividades para marcar data

Publicada em: 20/01/2020

Por Solange Nunes

Edição: Nilza Murari

O presidente do SINAIT, Carlos Silva, e as diretoras da entidade Ana Palmira e Vera Jatobá reuniram-se com os Auditores-Fiscais do Trabalho Maurício Krepsky, Matheus Alves Viana e Marcelo Campos, da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho do Ministério da Economia – SIT/ME para tratar de atividades que marcarão os 25 anos de criação do Grupo Especial de Fiscalização Móvel – GEFM no Brasil, em maio. O encontro ocorreu no dia 16 de janeiro, na sede do SINAIT, em Brasília (DF).

Neste primeiro encontro, os dirigentes e Auditores-Fiscais do Trabalho idealizaram uma semana de atividades com seminários, palestras e reuniões que deverão ocorrer na primeira quinzena de maio.

Para o presidente Carlos Silva, é uma data importante que precisa ser lembrada e comemorada. “É um marco na Inspeção do Trabalho e queremos participar da construção desta semana de atividades”.

A programação e as datas ainda estão em construção e serão divulgas posteriormente.

25 anos do Grupo Especial de Fiscalização Móvel  

O Grupo Especial de Fiscalização Móvel – GEFM ou Grupo Móvel, como é mais conhecido, de combate ao trabalho escravo, foi criado no dia 15 de maio de 1995. É reconhecido como uma das mais importantes políticas públicas do Estado brasileiro para enfrentamento do crime previsto no artigo 149 do Código Penal Brasileiro. Foi em razão dessa forma de atuação que o Brasil se tornou exemplo mundial no combate às formas contemporâneas de escravidão.

A primeira operação ocorreu em 1995, no Mato Grosso do Sul, e desde então, foram realizadas mais de 4 mil ações fiscais e resgatados mais de 55 mil trabalhadores, em todo o território nacional.​